Importância da colaboração entre a escola e a família: um estudo qualitativo La importancia de la colaboración entre la escuela y la familia: un estudio cualitativo Importance of school-family collaboration: a qualitative study

António V. Bento, Guida R Mendes, Dulce Pacheco

Resumen

Objetivou-se neste trabalho de investigação de caráter qualitativo, concretizado empiricamente através de seis entrevistas semiestruturadas a encarregados de educação, compreender o nível de participação na escola e a perceção dos pais, quer sobre a influência da sua participação para o sucesso dos filhos, quer sobre os obstáculos a esta mesma participação. Os resultados deste estudo indicam que os encarregados de educação valorizam a participação dos pais no desenvolvimento académico, emocional e comportamental dos alunos. É muito importante que os agentes educativos criem estratégias para que essa participação seja efetiva e habitual

Palabras clave

Encarregados de educação; obstáculos; participação na escola; sucesso escolar; vantagens.

Texto completo:

PDF

Referencias

Afonso, N. (1993). A participação dos encarregados de educação na direção das escolas. Inovação, 6(2), 131-155.

Asseiro, J. (2005). Participação dos Pais na Vida da Escola e no Acompanhamento dos Filhos – A Perspectiva de uma Associação de Pais. In Conselho Nacional de Educação, Seminários e Colóquios (pp. 87-101). Lisboa: Conselho Nacional de Educação.

Castro, M., Expósito-Casas, E., Lopéz-Martín, E., Lizasoain, L., Navarro-Ascencio, E., & Gaviria, J. L. (2105). Parent involvement on student academic achievement: A meta-analysis. Educational Research Review, 14, 33-46. DOI: 10.1016/j.edurev.2015.01.002

Chechia, V. & Andrade, A. (2005). Desempenho escolar dos filhos na percepção de pais de alunos com sucesso e insucesso escolar. São Paulo: Estudos de Psicologia.

Davies, D. (1988). Benefits and Barriers to Parent Involvement. Community Education Research Digest, 2(2), 11-19.

Davies, D., Marques, R. & Silva, P. (1993). Os professores e as Famílias. A colaboração possível. Lisboa: Livros Horizonte.

Delgado-Gaitan, C. (1990). Literacy for Empowerment: The Role of Parents in Children´s Education. New York: The Falmer Press.

Diogo, A. M., (2010). Estratégias de famílias e escolas. Sociologia: Revista do Departamento de Sociologia da FLUP, 20, 425-442.

Epstein, J. (1991). Effects on Students Achievement of Teachers´ Practices of Parental Involvement. Advances in Reading/Language/Research, 5, 261-276.

Epstein, J. (1992). School and Family Partnerships. In M. Alkin (ed.). Encyclopedia of Educational Research. New York: MacMillan.

Epstein, J., & Connors, L. (1994). A colaboração escola e família no 3º ciclo e no ensino secundário. Revista ESES, 5 (Janeiro), 17-22.

Guerra, M. (2002). Os desafios da participação. Desenvolver a democracia na escola. Porto: Porto Editora.

Henry, M. (1996). Parent-School Collaboration. New York: State University of New York Press.

Instituto Nacional de Estatística (2016). Classificação Nacional de Profissões (CNP, 2010). Retirado de .

Jacinto, M. J. (2006). Dinâmica do Diretor de Turma na Promoção do Envolvimento da Família na Escola - Um contributo para a diminuição da indisciplina. Lisboa: Universidade Aberta.

Lareau, A. (1989). Home Advantage: Social Class and Parental Intervention in Elementary Education. New York: The Falmer Press.

Lopes, R. C. (n.d.). A importância da participação dos pais na vida escolar dos filhos. Município de Dieré-To: Universidade Federal do Tocantins - UFT Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Coordenação Pedagógica Programa Escola de Gestores.

Marques, R. (1998). Professores, Famílias e Projecto Educativo. Porto: Edições Asa.

Marques, R. (1997). Envolvimento dos pais e sucesso educativo para todos: o que se passa em Portugal e nos Estados Unidos da América. In D. Davies & R. Marques, Os Professores e as Famílias. A colaboração possível. 2ª Edição (pp.23- 48) Lisboa: Livros Horizonte.

Montandon, C., & Perrenoud, P. (Eds) (2001). Entre Pais e Professores, Um Diálogo Impossível? Para uma Análise Sociológica das Interacções Entre a Família e a Escola. Oeiras: Celta.

Oliveira, M. (2010). Relação Família-Escola e Participação dos Pais. Porto: Instituto Superior de Educação e Trabalho.

Pereira, R. (2012). O envolvimento dos pais na escola: um estudo com pais - professores no 1º ciclo do ensino básico. Lisboa: Universidade de Lisboa - Instituto de Educação.

Picanço, A. (2012). A relação entre Escola e Família - As suas implicações no processo de ensino-aprendizagem. Lisboa: Escola Superior de Educação João de Deus.

Pinto, C. A. & Teixeira, M. (2003). Pais e Escola: Parceria para o Sucesso. Porto: Edições ISET.

Porumbu, D. & Necsoi, D. (2013). Relationship between parental involvement, attitude and children´s school achievement. Procedia-Social & Behavioral Sciences, 76, 706-710.

Povey, J., Campbell, A. K., Willis, L.-D., Haynes, M., Western, M., Bennett, S., Antrobus, E., Pedde, C. (2016). Engaging parents in schools and building parent-school partnerships: The role of school and parent organisation leadership. International Journal of Educational Research, 79, 128–141. doi:10.1016/j.ijer.2016.07.005

Reis, M. (2008). A Relação entre Pais e Professores: uma construção de proximidade para uma escola de sucesso. Málaga: Universidade de Málaga.

Sá, V. (2002). A (não) participação dos pais na escola: a eloquência das ausências. In L. Guedes (org.), A Escola e os Actores. Políticas e Práticas (pp. 133-149). Porto: Centro de Formação Profissional do Sindicato dos Professores da Zona Norte.

Sarmento, T. (2005). (Re)pensar a interacção escola-família. Revista Portuguesa de Educação, 18(1), 53-75. Retirado de .

Sarmento, T., & Marques, J. (2007). A participação das crianças nas práticas de relação das famílias com as escolas. In P. Silva, Escolas, famílias e lares (pp. 67-90). Porto: Profedições.

Semedo, S. (2006). A participação dos pais e/ou encarregados de educação na escola -Caso "Escola Secundária do Palmarejo". Lisboa: Instituto Superior de Educação.

Silva, P. (2003). Escola-Família: uma relação armadilhada: interculturalidade e relações de poder Lisboa: Edições Afrontamento.

Simões, M. (2006). Relação pais, filhos, professores e trabalhos de casa. Porto: Editorial A Casa Encantada.

Sousa, M. M. & Sarmento, T. (2010). Escola – família - comunidade: uma relação para o sucesso educativo. Gestão e Desenvolvimento, 17-18 (2009-2010), 141-156. Retirado de .

Sousa, M. M. & Sarmento, T. (2014). A percepção de encarregados de educação e de professores sobre a relação escola-família nas escolas dos 2º e 3º ciclos de um Concelho da região centro de Portugal. Revista Eletrônica de Educação, 8(2), 321-344. DOI: 10.14244/19827199785

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.